Clínica Ventura - Cirurgia Plástica

Cresce procura por cirurgia plástica entre adolescentes

22 de abril de 2014

Saiba como avaliar o momento certo de se submeter a um procedimento estético ou reparador

Saiba como avaliar o momento certo de se submeter a 
um procedimento estético ou reparador.


A procura por cirurgias plásticas em adolescentes cresce em ritmo acelerado. O salto foi de 141% entre 2008 e 2012, período em que a procura entre adultos cresceu 38%. Hoje, os jovens de 14 a 18 anos já representam 10% do total de cirurgias realizadas no país (911 mil procedimentos).

Essa crescente procura desperta dúvidas entre país e familiares. Não seria cedo demais para uma cirurgia plástica? A resposta não é simples. Cada caso precisa ser avaliado; às vezes, por médicos e psicólogos.


Cerca de 40% dos procedimentos são classificados como plásticas reparadoras, ou seja, cirurgias que vão corrigir algum problema. Se as mamas de uma menina foram grandes demais, por exemplo, eles podem afetar a postura e prejudicar a coluna. É um caso com indicação cirúrgica.

 

Cirurgias estéticas
Contudo, a maioria dos procedimentos (60% deles) é de natureza estética. Se uma menina de 15 anos quiser aumentar as mamas com implante de silicone, como saber se essa é uma escolha adequada? É preciso ponderar duas coisas: a expectativa em relação à cirurgia e o desenvolvimento da paciente.

 

Se ela já tiver o corpo biologicamente adulto, o aumento das mamas pode ser uma opção viável. A maturação do corpo feminino acontece, geralmente, de dois a três anos após a menarca (primeira menstruação). Caso contrário, pode ser mais indicado à adolescente esperar um pouco para reavaliar a verdadeira necessidade da operação.

 

Suporte psicológico
Outra questão a ser ponderada está relacionada à expectativa do paciente com o procedimento. Um menino que deseje operar as orelhas de abano para evitar bullying na escola, por exemplo, tem uma relação de causa e consequência bem definidas: a orelha de abano é motivo de chacota. E isso pode ser corrigido com uma plástica.


Mas nem sempre as coisas são simples. Uma menina que deseja aumentar as mamas ou fazer uma lipoaspiração, ambos procedimentos muito buscados por adolescentes, pode ter uma expectativa irreal do resultado. Aumentar o tamanho das mamas e modelar o contorno do corpo pode melhorar a autoestima da paciente, mas ela não pode depositar nisso a expectativa de outras realizações, como a de se tornar uma aluna mais popular na escola. Essa expectativa irreal pode ser verificada e trabalhada por psicólogos. 


Fonte:   SBCP

Mais notícias e artigos ...

Voltar

Recomende o Site  |  Política de Privacidade  |  © 2018 Clínica Ventura. Site desenvolvido pela Netface